Quantas vezes você já não ouviu alguém dizer que está com problemas no relacionamento por causa do signo do parceiro? Ou o ascendente? É muito comum as pessoas se preocuparem em saber se as características de seus signos combinam com as características do outro. Às vezes, a preocupação é tanta que a pessoa já analisa o signo do pretendente antes mesmo de iniciar um relacionamento.

Porém, você sabia que o signo em que está a sua Lua e a dele e os signos dos planetas Marte e Vênus são tão importantes quanto para os romances darem certo? Não se desespere. Não é necessário que você e a pessoa amada precisem ser compatíveis em tudo. Além disso, a afinidade é apenas um facilitador.

Importância do mapa astral

De acordo com o astrólogo Guilherme Salviano, para saber com clareza se existe compatibilidade com a pessoa amada, é importante fazer o mapa astral, já que conhecer as influências dos outros planetas pode facilitar a comunicação e a proximidade.

“Não recomendo muito se prender a questão de compatibilidade de signos apenas porque o mapa astral pode quebrar tudo”, explica.

Influência dos planetas nos signos

Vênus

Quer entender como funciona? Por exemplo: o seu signo pode não ser Libra, mas se o seu ascendente for ou se o planeta Vênus estava em Libra quando você nasceu, é possível que você tenha características librianas, como a ponderação.

Vênus tem papel importante na questão do estímulo e da atração. É um planeta que está ligado aos relacionamentos. No mapa do homem, Vênus indica o estilo feminino que ele busca. 

Marte

 Já Marte está ligado a decisões, energia, estímulo e disposição para atração, por isso também é capaz de interferir nos relacionamentos.

O planeta Mercúrio está ligado à comunicação e o(s) signo(s) em que ele estava quando você e o seu companheiro(a) nasceram indicam como vocês vão dialogar durante o relacionamento. Se Mercúrio estava, por exemplo, em Leão quando você nasceu, é provável que você seja franco e exponha o que realmente pensa na hora de se comunicar.

A influência da Lua

A Lua reflete as emoções, a forma como a gente se manifesta em público e o humor das pessoas e indica se ela é prestativa, detalhista, etc.

Salviano explica que os signos Áries, Leão e Sagitário são do elemento fogo, Touro, Virgem e Capricórnio são do elemento terra, Gêmeos, Libra e Aquário são do elemento ar e Câncer, Escorpião e Peixes são do elemento água e que é comum pessoas com signos do mesmo elemento terem mais compatibilidades já que, nestes casos, é normal existirem propósitos em comum.

Além disso, você já ouviu aquela expressão “os opostos se atraem”? Com signos de elementos opostos também funciona. Ou seja, se você é de fogo, também tem propensão a atrair pessoas de ar e vice-versa. Caso o elemento do seu signo seja terra, a propensão é maior em existir atração com pessoas do elemento água.

Combinação de signos no amor

Contudo, o astrólogo explica que não são os signos que devem determinar se o relacionamento vai dar certo.

“O bom de fazer o mapa astrológico é que você conhece as características dos seus signos, as características do seu par e conhece onde estão os pontos de atrito na relação para trabalhá-los. Os casais não devem deixar de iniciar um namoro ou terminar por que não existem muitas afinidades astrológicas”, explica o astrólogo.

Sinastria amorosa: como funciona

A sinastria amorosa nada mais é do que a comparação entre dois mapas astrais. O propósito dela não é avaliar se o relacionamento vai ou não dar certo e, sim, observar os pontos mais favoráveis entre o casal.

“Serve para as pessoas terem os conhecimentos das afinidades e dos desafios para que eles possam ser trabalhados ou amenizados a fim de que a relação fique mais em equilíbrio”, explica o astrólogo.

Fonte: Bolsa de Mulher