Image Point Fr/ Shutterstock

Dormindo tranquilamente e relaxada sobre a cama, você se vira para mudar de posição e é despertada por uma intensa e repentina dor na perna. A experiência de sofrer com uma câimbra durante o sono é realmente dolorosa e bastante comum. Mas será que é possível evitar o incômodo que vem de surpresa?

A câimbra é caracterizada por contrações involuntárias de um ou mais músculos, que normalmente ocorre nos membros inferiores e enrijecem a região de forma forte e até visível. O incômodo provocado pela câimbra pode ser encarado como um sinal de que algo está afetando os músculos.

Image Point Fr/ Shutterstock

Se você exagerou em uma atividade física, passou muito tempo de pé ou sofre de má circulação, pode experimentar as dores de tempos em tempos. Uma das maneiras de prevenir a ocorrência de câimbras é combater a deficiência de minerais como potássio, cálcio e magnésio, consumindo alimentos ricos nestes nutrientes.

A desidratação também pode provocar câimbras constantes, portanto, lembre-se sempre de beber água ao longo do dia. Se você pratica esportes ou está iniciando uma atividade física, não ignore o alongamento e trabalhe os músculos em sessões de, pelo menos 15 minutos. Alongar o corpo momentos antes de dormir também ajuda a minimizar as chances de câimbras durante a noite.

Mas se você já acordou e precisa aliviar as dores de câimbras, procure massagear a região fazendo movimentos circulares. Isso fará com que os músculos relaxem, aliviando o incômodo. Tente ainda ficar de pé colocando o peso do corpo sobre o membro afetado e dobrar o joelho para que ocorra o estriamento dos músculos.

Se você não conseguir ficar de pé, estique a perna o máximo que conseguir, puxando os pés para trás com a ajuda das mãos. Quando a câimbra dura mais de alguns segundos, faça compressas com toalhas quentes ou mesmo gelo.

Pernas cansadas: 

Fonte: Bolsa de Mulher