Marcelo_Krelling/Shutterstock

A tapioca, de uns tempos para cá, entrou na dieta de muita gente que quer emagrecer e substituir o pão branco no café da manhã. Mas, apesar da boa intenção, você pode estar errando o preparo do alimento e afundando seu processo de emagrecimento logo na primeira refeição do dia. Tudo depende do tipo de recheio que você usa para a tapioca, como explica a nutricionista Flávia Cyfer. Descubra quais são os melhores ingredientes para você adicionar ao alimento.

Carla Castro/ShutterstocK

Tapioca não contém glúten, mas tem alto índice glicêmico

A tapioca, assim como todos os alimentos, tem seus prós e contras para quem a ingere. Rica em carboidratos, mas pobre em fibras e proteínas, ela possui alto índice glicêmico – fato que pede moderação no consumo, caso contrário, você estará jogando todo seu esforço para emagrecer no ralo.

“A única vantagem da tapioca é que ela não tem glúten. Não é um alimento saudável, pois tem alto índice glicêmico. Ou seja, é uma opção para não comer o pão, mas é um carboidrato simples”, explicou a nutricionista Flávia Cyfer em entrevista no Facebook do Bolsa de Mulher.

Índice glicêmico 

Mas, afinal, o que significa quando um alimento tem alto índice glicêmico e por esse fator detona o processo de emagrecimento?

“O índice glicêmico diz qual é a velocidade que a glicose desse alimento entra no seu sangue”, define a especialista. “Se você come açúcar, por exemplo, ele tem um índice glicêmico muito alto e, no primeiro momento, você fica com uma sensação boa de euforia e alegria que rapidamente acaba. Isto porque vem a insulina, que é o hormônio que leva a glicose para dentro da célula e, então, o nível de glicose no sangue despenca. O que acontece? Você vai querer comer de novo açúcar”.

Outro problema do processo é que ele favorece o armazenamento de gordura.

A solução, então, seria driblar esse efeito com escolhas inteligentes e saudáveis para o recheio da tapioca. Aposte em combinações gordurosas, como explicou Flávia.

“Se colocar um recheio gorduroso, melhora o índice glicêmico, porque o carboidrato não entra com tanta velocidade no seu sangue”, detalha.

Receitas de tapioca para dieta 

Flávia sugere que a tapioca seja consumida com alimentos mais gordurosos, como:

Pastinha de abacate

fredredhat/Shutterstock

Prepare uma pastinha com abacate e iogurte natural

O abacate é uma fruta bastante calórica, porém rico em fibras (que a tapioca não tem), além de antioxidantes e gorduras do bem. Para preparar, amasse a fruta e misture com iogurte natural, com temperos a gosto.

Mussarela de búfala

Valentyn Volkov/Shutterstock

Combine com manjericão para preparar tapioca caprese

É um alimento magro, que pode ser combinado com manjericão para fazer uma tapioca caprese (https://www.bolsademulher.com/receitas/tapioca-caprese-receita-magra-com-tomate-mussarela-de-bufala-e-manjericao).

Pasta de azeitona

Liv friis-larsen/Shutterstock

Uma opção leve para recheio é pasta de azeitona

O acompanhamento para petiscos pode ir para a tapioca, como uma opção leve de recheio. Uma das formas de preparo pode ser a mistura de azeitonas pretas sem caroço com creme de leite e azeite.

Acrescentar chia à tapioca 

Não é só com a substituição de recheios que você consegue tornar a tapioca mais saudável. Acrescentar chia à massa também ajuda a reduzir o índice glicêmico do alimento. Para o preparo, jogue a farinha de tapioca na frigideira e, então, espalhe as sementes, até que elas se unam à massa.

Fonte: Bolsa de Mulher