por Paulo Nobuo

Kleber Cordeiro/Shutterstock

Quem sofre de insônia normalmente é aconselhado a tentar criar uma rotina para controlar melhor o sono e evitar passar noites em claro. No entanto, ir para a cama cedo demais e ficar esperando o relaxamento não é considerada uma boa alternativa.

Segundo um estudo realizado pela Universidade da Pennsylvania, EUA, e publicado no site “Medical News Today”, experimentos mostram que “acumular cansaço” ficando menos tempo na cama pode ser uma medida bastante eficaz no combate à insônia a longo prazo.

7 perguntas para descobrir o motivo pelo qual você dorme mal

Thinkstock

Para chegarem à conclusão, os pesquisadores estudaram o tempo médio gasto na cama de 461 participantes ao longo de 6 meses. No início do estudo, todos os participantes dormiam bem e não sofriam de insônia.

Ao fim do trabalho, 394 participantes permaneceram com sono equilibrado enquanto 36 desenvolveram insônia. Destes últimos, os que permaneciam menos tempo na cama do que os do outro grupo conseguiam obter sucesso no combate à insônia. Os dados para a avaliação vieram de diários de sono mantidos pelos participantes e analisados ​​pelos estudiosos.

Cardápio do bem: 

Fonte: Bolsa de Mulher