Seja qual fosse o seu posicionamento sobre a votação do impeachment de Dilma Rousseff, torcendo pelo “sim” ou apostando no “não”, acompanhar a sessão na Câmara dos Deputados, ontem, foi um desafio e tanto para nós, brasileiros, que não aguentávamos mais ouvir uma justificativa de voto: repetidas vezes, os parlamentares fizeram referência “à família” e “à família brasileira” para se posicionar a favor do processo de impedimento da presidenta.

Além de os deputados mandarem beijos e abraços aos filhos e às esposas no Plenário, o deputado federal Eduardo Bolsonaro justificou seu voto com a frase: “em nome de Deus e da família brasileira”.

Apesar de ter sido um argumento batido (e até alvo de brincadeiras nas redes sociais), é inevitável refletirmos sobre uma questão mais profunda: a qual conceito de família eles se referiam? Quem estava representado (e esta é palavra fundamental quando se fala em representantes políticos) nesta definição?

Se você não parou para pensar nisto, vale a pena questionar. Isto porque uma comissão especial da mesma Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei do Estatuto da Família que considera como núcleo familiar apenas aqueles formados pela união de um homem e uma mulher.

Acreditamos, porém, que este é um conceito muito mais abrangente e que, independentemente do lado do que você esteja, merece ser debatido. Você deve conhecer avós que são mães de seus netos, tias que cuidam de seus sobrinhos, casais homoafetivos que têm filhos e várias outras “combinações” familiares que ampliam e modificam o significado de mãe e pai.

É aquela pergunta clichê, mas que tem tudo a ver com este momento que a família brasileira esteve em tanta evidência: pais são quem concebe ou quem cuida? Te convidamos a pensar quais são seus limites de família.

Conceito de família: por que questionar 

O projeto de lei  6583/13, aprovado pela Comissão Especial do Estatuto da Família da Câmara dos Deputados no ano passado, tem o seguinte teor:

Uma das mudanças propostas para o texto, que foi rejeitada pelo grupo de deputados da Comissão, ampliaria o conceito de família para “núcleo social formado por duas ou mais pessoas unidas por laços sanguíneos ou afetivos, originados pelo casamento, união estável ou afinidade”.

Esta definição enquadraria, portanto, as inúmeras formas de configurações familiares que ocorrem por morte de parentes, adoções, afinidade entre pessoas próximas e, por último, mas não menos importante, pela consolidação do amor e do respeito entre aqueles que se chamam ou se sentem como pais, mães e filhos. Uma mudança que beneficiaria grupos como a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais) e outras minorias que não se veem representadas na conceituação aprovada.

Significado de família: uma interpretação mais abrangente 

Você deve ter seu núcleo familiar, seus parentes, pessoas que você ama, cuida e respeita. Fato é que a compreensão que temos do significado de família resultante de nossas experiências é, por definição, uma interpretação pessoal do termo.

É hora de perceber que nem sempre as pessoas que compõem uma família brasileira se enquadram no conceito tradicional de formação por um homem, uma mulher e seus filhos.
Isto, vale lembrar, não é incomum nem anormal. Até porque, se tratamos de casais homoafetivos que têm filhos, por exemplo, desde 2011, é reconhecida a união estável de pessoas do mesmo sexo.

RedlineVector/Shutterstock

Mudança de significado 

Diante dessa adaptação do significado da palavra no contexto social que vivemos, o dicionário brasileiro Houaiss lançou uma campanha para mudar a definição do verbete “família”.

A campanha traz um vídeo emocionante com diversos exemplos de famílias não convencionais que questionam: “O que leva uma pessoa a acreditar que pode definir o conceito de família do outro, o que se passa no coração do outro?”.

Outro exemplo 

Os exemplos de famílias não tradicionais pipocam a cada dia em nossa sociedade e ainda causam certa polêmica. A resposta de um menino de 14 anos que tem duas mães no programa Altas Horas, da TV Globo, foi um dos momentos mais recentes em que o assunto voltou à tona.

E você? O que pensa sobre o conceito de família?

veja como menininha reage a essa descoberta 

Fonte: Bolsa de Mulher