Por mais doloroso que qualquer rompimento seja, descobrir que você foi traída por seu parceiro ou que foi deixada por causa de outra pessoa, certamente acrescenta uma dimensão extra de desgosto à situação. No entanto, embora a dor a curto prazo possa ser incapacitante, a longo prazo, as mulheres que foram deixadas por seus parceiros podem realmente se beneficiar da dor.

Psicólogos da Universidade Binghamptom, em Nova Iorque, entrevistaram cinco mil pessoas a respeito do fim de seus relacionamentos, e concluíram que as mulheres que tinham sido enganadas fizeram escolhas melhores nos seus relacionamentos futuros, por causa de sua “inteligência” de relação.

O pesquisador Craig Morris, que lidera o estudo explica que se cada um evolui para a busca e manutenção de seus relacionamentos, então, parece lógico que todos haveriam de desenvolver mecanismos e respostas ao fim dos relacionamentos.

Mais de 85% das pessoas vai experimentar, pelo menos, um término de namoro durante a sua vida. A tese desenvolvida com estudo é que a mulher que perde o seu companheiro por outra mulher passa por um período de luto pós-relacionamento e traição, mas sai da experiência com maior inteligência de relacionamento que lhe permite melhor detectar sinais em futuros companheiros que possam indicar o baixo comprometimento.

O estudo também descobriu que, por causa da infidelidade, as mulheres que sofreram traição passaram a lidar melhor com a concorrência. “Se as emoções negativas existem porque fornecem uma vantagem evolutiva, então, as emoções decorrentes da perda de um companheiro para uma rival podem potencialmente motivar ações que farão com que a mulher evite esse cenário no futuro”, concluiu Morris.

Fonte: Bolsa de Mulher