Olga Miltsova/Shutterstock

O hábito de trocar o almoço em restaurantes self-service por marmitas no trabalho é cada vez mais comum entre pessoas que desejam manter uma alimentação saudável e perder peso. Além de aprender dicas importantes de como manter os pratos mais frescos e higienizar bem os recipientes, vale saber que substituir o pote de plástico pelo de vidro ainda é uma alternativa eficaz para quem quer emagrecer.

O grande segredo pode ser descrito em apenas três letrinhas: BPA. Também conhecido como bisfenol A, a substância presente em embalagens de plástico já foi tema de interdição pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que, em 2011, chegou a proibir a comercialização de mamadeiras com BPA em sua composição.

Mas não são só as crianças que podem sofrer com os efeitos do composto químico, já que ele também é base para produção de utensílios plásticos que apresentam policarbonato em sua composição e até mesmo no tradicional plástico filme que você usa em casa.

Thinkstock

Segundo especialistas, o bisfenol A é instável e pode contaminar os alimentos com uma simples mudança de temperatura, como ao colocá-lo na geladeira ou no micro-ondas. Por isso, transportar sua marmita em embalagens plásticas pode comprometer sua saúde e sua dieta.

No organismo humano, o BPA se comporta como se fosse o estrógeno, hormônio feminino, interferindo no funcionamento de algumas glândulas e na produção de hormônios. Estudos também indicam que a substancia está relacionada ao surgimento de câncer de mama e próstata, além do ganho de peso, já que tem efeito de aumentar o apetite, principalmente por alimentos doces.

Salada no pote: 

Fonte: Bolsa de Mulher