Especialista revela alguns sinais de envelhecimento de seus cabelos ao longo dos anos e como você pode evitá-los. Se é mais difícil controlar as rugas de expressão nas mãos e pescoço, e esses são indícios que denunciam a sua idade, seus cabelos não precisam seguir a mesma tendência.

Ao jornal britânico Daily Mail, a tricologista Sally-Ann Tarver revelou algumas formas de combater a queda de cabelo e outras mudanças que acontecem à medida que se envelhece.

Cabelos aos 20 anos
Esta é a década para deixar seus fios crescerem longos e encaracolados. Seu cabelo deve ser tão brilhante e viçoso como na sua adolescência, senão pode ser reflexo de algum problema de saúde ou até uma deficiência de ferro, por isso, não ignore os sinais.

Seus fios também devem ser grossos como na sua adolescência. Se você notar seu cabelo fino nesta década, precisa olhar com atenção à sua dieta, hábitos e estilo de vida. Também precisa realizar alguns exames de sangue, especialmente, se você tiver períodos com fluxo de sangue muito pesados.

Cabelos aos 30 anos
Muitas mulheres têm filhos nessa idade e o duplo golpe de alterações hormonais e físicas, mais privação do sono e malabarismos entre o trabalho e a nova vida doméstica pode fazer estragos em seu cabelo. Aquelas que não têm bebês são menos propensas a sofrer grandes mudanças capilares nesta década até porque quaisquer problemas de cabelo pré-existentes em seus 20 anos podem ser exacerbados com a chegada de um novo integrante na família.

Cabelos aos 40 anos
Seu cabelo está começando a sentir o impacto de um par de décadas de trabalho, socialização e correria. Os três principais malefícios para a condição do cabelo são: estresse, hormônios e deficiência de ferro. A boa notícia é que há muito para remediar através da dieta, mas seu cabelo pode não ser tão espesso como era antes, especialmente, se você teve filhos aos 30 anos.

Cabelos aos 50 anos
A menopausa tem um impacto inevitável sobre os cabelos e se você tem uma predisposição genética para a perda de cabelo (em vez de outras causas, como estresse ou deficiência de ferro), então é quando pode se tornar ainda mais aparente. Porém, se sua perda de cabelo está relacionada à deficiência de ferro, o fato de interromper seu período pode realmente ajudá-la a manter seus estoques de ferro e ter um efeito positivo em seus fios.

Cabelos aos 60 anos
Nesta década, assim como a pele que envelhece, cada fio de cabelo se torna um pouco mais fino e lhe dá menos cobertura do couro cabeludo. Tratamentos capilares se tornam menos eficazes e mais limitados, já que muitos são contraindicados a algumas condições de saúde e medicamentos comuns a partir dos 60 anos.

Segredo revelado:

Fonte: Bolsa de Mulher