Não é uma questão de vaidade, mas de dinheiro. O clichê diz que as mulheres levam mais tempo para se arrumar para sair, e estudos dizem que elas gastam 21 minutos por dia só com a maquiagem. Questão de vaidade? Apenas uma frescura? Na verdade, não.

Um estudo das Universidade de Chicago e Califórnia que coletou dados de mais de 14 mil voluntários chegou à seguinte conclusão: “Se as mulheres não investissem tanto tempo para melhorar a sua aparência, poderiam perder uma quantia substancial de dinheiro”.

Para desenvolver a pesquisa, os estudiosos levaram em conta aspectos tais como o tipo de trabalho, educação, personalidade, idade, raça e sexo, entre outros atributos, e se mediu a atratividade e elegância que essas pessoas mostravam para se relacionar diretamente com o quando de dinheiro ganhavam.

O resultado foi claro, como tantos outros estudos anteriores sobre o mesmo assunto: pessoas atraentes tendem a ganhar salários mais altos. Pessoas mais bonitas criam uma reação subconsciente no resto pela qual se presume que elas também são mais inteligentes, mais confiáveis e cooperativas. Esse apelo se consegue através da maquiagem, cabelo e roupas, que fazem a diferença dentro do coletivo feminino.

Os números são claros: entre as mulheres que não se arrumam para ir ao trabalho, aquelas que contam com um atrativo natural ganham até 50%. Entre as que se arrumam, aquelas que não têm um atrativo natural chegam a ganhar até 20% mais do que aquelas que o têm.

Fonte: Bolsa de Mulher