prudkov/Shutterstock

O que não mata, engorda. Você certamente ouviu o conselho na infância, acompanhado com a explicação da regra dos 5 segundos, que indicaria que, se o alimento que caiu no chão não ficou mais que esse tempo no solo, ele não oferece riscos para a saúde se ingerido. Mas será que a sabedoria popular combina com descoberta da ciência sobre o caso?

De acordo com pesquisas reunidas pelo site da rede CNN, o tempo em que o alimento fica no chão é pouco relevante para determinar a contaminação. O que mais importa, neste caso, é a quantidade de bactérias presente no solo. Ou seja, se a comida cai sobre uma superfície mais suja, ela estará mais contaminada, independente do tempo de permanência.

Sergiy Kuzmin/Shutterstock

Foi descoberto também que o tipo de solo faz diferença. Tapetes, por exemplo, parecem oferecer menos riscos do que um chão de madeira ou azulejo. Do ponto de vista da segurança alimentar, se você tem milhões ou mais células em uma superfície, 0,1% delas já é o suficiente para promover uma contaminação. Além disso, certos tipos de bactérias são extremamente perigosos e apenas uma pequena quantidade pode te deixar doente.

Os casos de contaminação e doenças através da ingestão de um alimento que caiu no chão são bastante raros e, se você segue a regra dos 5 segundos, normalmente estará segura quando o acidente acontece dentro de casa. Na rua ou em locais públicos, no entanto, o melhor mesmo é descartar a comida e ignorar o mito popular.

Remédio natural: 

Fonte: Bolsa de Mulher