A gripe H1N1 chegou mais cedo este ano e, para tentar conter sua força, a principal estratégia é investir em uma boa prevenção. Existem algumas formas de combater o contágio e, seguindo esses conselhos à risca, suas chances de pegar a doença cairão drasticamente.

Como o H1N1 é transmitido 

O H1N1 é uma doença de transmissão respiratória, o que quer dizer que ele é passado através da tosse, do espirro e até por gotículas microscópicas que contêm o vírus expelidas durante a respiração normal.

No caso da tosse e do espirro, o agente da gripe pode chegar a até 5 metros de distância e na respiração ele atinge até 2 metros de distância.

Uma das formas de contaminação é a inalação de gotículas infectadas provenientes de outra pessoa, mas é comum que você leve o vírus para dentro do seu corpo ao tocar uma superfície contaminada – como a maçaneta da porta do banheiro ou as barras de apoio do metrô – e, em seguida, levar a mão à boca, aos olhos ou outra “porta de entrada” para o seu organismo.

Como evitar pegar H1N1 

Vacina 

A principal prevenção da gripe H1N1 é a vacina, que deve ser tomada por todos, mas, preferencialmente, por quem faz parte dos grupos de risco e tem mais chances de desenvolver uma doença grave em decorrência da contaminação.

Essa imunização dura em média 12 meses e, portanto, deve ser repetida anualmente. Além do H1N1, ela protege contra as gripes H2N3 e Influenza B.

Máscaras? 

Usar máscara de tecido, daquelas comumente usadas em hospitais, não previne H1N1, pois esse tipo de gripe contém micropartículas que facilmente a atravessam. Uma alternativa a elas seria a máscara N95, que é mais cara e desconfortável de usar, mas bloqueia o vírus.

Lavar as mãos 

Lave as mãos com água e sabonete várias vezes ao dia, principalmente depois de usar o transporte público ou de estar em outros ambientes com aglomeração de pessoas. A medida é eficiente para eliminar o vírus, mas lembre-se de limpar também os cantinhos mais escondidos, como o espaço sob as unhas e os vãos entre os dedos. Antes da lavagem, retire anéis e pulseiras e limpe-os separadamente.

Álcool em gel 

Caso não dê para lavar as mãos, utilize o álcool em gel 70%. Apenas o produto com essa concentração é capaz de eliminar agentes causadores de doenças como o H1N1.

Evite esse gesto 

Evite sempre levar as mãos à boca ou aos olhos, mas tome este cuidado especialmente em lugares com grande circulação de pessoas, como um restaurante, por exemplo.

*Matéria publicada em 08/04/2016.

Fonte: Bolsa de Mulher