Dionisvera/Shutterstock

Com aroma forte e marcante e sabor inconfundível, o orégano é um dos temperos mais comuns na mesa dos brasileiros, especialmente entre os amantes de uma boa pizza. Se você não abre mão da especiaria em seus pratos, saiba que é preciso estar atenta ao modo de conservação para garantir não somente o paladar, mas também todos os benefícios que ele oferece.

Em seu perfil no Instagram, a nutricionista funcional Patricia Davidson Haiat ensina dicas de como armazenar o orégano em casa para que ele permaneça fresco por muito mais tempo. Segundo a especialista, o ideal é guardar a versão seca do tempero em locais secos, escuros e longe do calor, ou seja, não mantenha a especiaria próxima ao fogão. Se você prefere a versão fresca, pode guardar na geladeira enrolada em papel toalha úmido.

Patrícia ainda aproveita para listar as propriedades da especiaria e explica por que você deve mantê-la no seu cardápio. O orégano possui propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antibactericidas que atuam no sistema digestivo estimulando a produção das enzimas que reduzem a formação de gases e ainda possui ação antifúngica, combatendo fungos como a cândida. Ele pode ser encontrado como óleo essencial, folhas frescas e secas, e, como toda erva, deve ser adicionado apenas ao final da preparação.

Tratamento natural para pele e a saúde:  

Fonte: Bolsa de Mulher