Shutterstock/bus109

Certamente você já se arrependeu depois de uma discussão com a família, de ter esquecido do aniversário da amiga ou mesmo de ter dado uma resposta atravessada ao chefe. A boa notícia, é que a ciência encontrou a fórmula perfeita para pedir desculpas – que aumentam muito sua chance de ser perdoado.

O estudo foi feito pelo Departamento de Pesquisas da Universade de Ohio, nos Estados Unidos, mostrou que o pedido de desculpas perfeito tem 5 fases. Para isso, eles reuniram 755 voluntários, que “encenaram” algumas em que precisavam se desculpar. A cada cena, eles precisavam avaliar o quão convincente foi o pedido – a conclusão foi que quanto mais fases o pedido completava, maior a nota de aceitação e convencimentos.

1) Admitir o erro

Dizer “sim, eu errei”, nem sempre é fácil, mas é o primeiro e mais importante passo para poder ser perdoado. Isso faz com que a pessoa que foi magoada perceba que você pensou no que fez e chegou à mesma conclusão que ela: errou.

2) Explique-se

Esclareça o mais detalhadamente possível tudo o que aconteceu e motivou o erro em questão. Enquanto isso, explique não houve intenção de magoar ninguém.

Shutterstock/Visual Generation

3) Reconheça a responsabilidade

Além de admitir o erro, assuma a responsabilidade e as consequências. Procure não culpar a outra pessoa por não aceitar facilmente suas desculpas e aceite que sua ação causa uma reação.

Shutterstock/Cindy Lee

4) Conserte o erro

Não adianta apenas admitir, é importante que você se ofereça para reparar o erro e mexa-se para consertá-lo. Nesse caso, vale a máxima de que “ações valem mais do que palavras”.

Shutterstock/PTX4869

5) Peça desculpas de verdade

Depois de explicar e mostrar que tem disposição para consertar as coisas, peça desculpas com todas as letras. Acredite: dizer “me desculpe” é fundamental para não passar a impressão de que você está tentando se esquivar ou que não se arrepende de verdade.

Fonte: Bolsa de Mulher