maradon 333/Shutterstock

A troca imediata de carícias durante o sexo oral, ou seja, o famoso 69, pode ser extremamente excitante e garantir prazer simultâneo aos casais. Mas a prática, quando realizada de forma errada, pode até ter seu lado ruim. Confira os pontos positivos e negativos da posição sexuais e conheça mais dicas para que ela seja ainda mais incrível, segundo a especialista em relacionamento Tracey Cox:

Lados positivos do 69

Naty_Lee / Shutterstock

Na posição, ocorre inevitavelmente uma grande exposição dos órgãos sexuais, já que ficam bem na altura dos olhos dos amantes. O 69, portanto, pode ser uma excelente maneira de perder de vez a timidez e se entregar ao parceiro.

A posição ainda permite beijos, toques e carícias não somente no clitóris, mas também em toda a vulva e até mesmo no ânus, o que pode ser bastante prazeroso para ambos. E se muitas mulheres reclamam que praticam sexo oral e não o recebem em troca, o 69 evita o “egoísmo” na hora do sexo.

Lados negativos do 69

OLJ Studio/Shutterstock

Quando os casais se colocam na posição, algumas mulheres podem sentir odores desagradáveis na região íntima do parceiro que talvez não tenha tomado banho antes do sexo e “fugir” da posição pode ser um pouco mais complicado.

Além disso, o 69 pode ser considerado tão erótico e excitante para o homem que ele acaba chegando ao orgasmo rápido demais. Para evitar “ficar na mão”, tente fazer com que ele comece antes as carícias em você.

Dar e receber prazer ao mesmo tempo é incrível, mas é importante não se perder no prazer e se “esquecer” de retribuir a carícia. Mulheres costumam sofrer mais com a situação, já que a região íntima delas é mais complexa e deve exigir concentração extra do parceiro.

Dicas para um bom sexo oral

Use as mãos: é muito difícil e cansativo usar somente a boca para estimular o parceiro. Portanto, vale alternar lábios e mãos, masturbando o pênis do companheiro.

Apoio de cabeça: colocar um travesseiro sob a cabeça da pessoa que está deitada evita dores e até mesmo torcicolo com o esforço necessário de levantar a cabeça para fazer contato íntimo.

Ajuste o tempo: se você normalmente demora mais para atingir o orgasmo, faça com que ele comece antes as carícias em você e depois parta para a prática, iniciando movimentos suaves e tentando controlar o prazer do parceiro.

Masturbação, nudez e sexo: 

Fonte: Bolsa de Mulher