Acidente ocorreu na Avenida Torquato Tapajós (Foto: Suelen Gonçalves/G1 AM)
Um engavetamento envolvendo uma Montana, um Gol e um Prisma congestionou a Avenida Torquato Tapajós, no bairro de Flores. A colisão ocorreu por volta das 9h15 deste sábado (16), no sentido bairro/Centro.
De acordo com os motoristas, um veículo parou na faixa esquerda atrás de um outro que estava em pane e os demais não conseguiram frear.

Uma das passageiras de um dos veículos envolvidos no acidente está grávida de 9 meses, mas disse não ter ficado ferida. O trânsito ficou congestionado no trecho entre a Avenida Max Teixeira e início da Constantino Nery.

Moser Pereira, de 32 anos, dirigia a Montana e estava atrás do veículo que parou na via. Ele afirma que o carro não tinha luz de freio e quando percebeu que o carro estava parado, desviou em direção ao canteiro central.

“A Ranger está quebrada e o Citroen parou atrás dele. Parou completamente, quando eu vi que estava parado desviei, mas o carro que vinha atrás estava muito rápido e ainda me arrastou mesmo em cima do canteiro”, afirma.

O carro do motorista teve dano na parte traseira e no pneu dianteiro. Uma das faixas da avenida precisou ser interditada (Foto: Patrick Motta/Rede Amazônica)
O condutor do Gol, Vando Santos, disse não ter conseguido evitar a colisão porque a Montana teria freado bruscamente.

No momento do acidente ele estava acompanhado da esposa, grávida de 9 meses. A mulher disse não ter ficado ferida, apenas nervosa com a situação.

O carro dele teve danos na parte dianteira e traseira. Atrás do Gol estava o Prisma, que teve danos frontais.

Segundo o agente Fraga, do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), mesmo com os condutores alegando imprudência do motorista de um veículo modelo Citroen, que teria fugido do local, a saída do veículo não caracteriza fuga por não ter colidido com nenhum dos veículos envolvidos no acidente.
Os carros foram guinchados e o trânsito foi liberado na via por volta das 10h15.

.