A polícia acredita que os celulares foram jogados por alguém do lado de fora do presídio de Guajará-Mirim. (Foto: Junior Freitas/G1)
Agentes penitenciários encontraram cinco celulares com bateria e três chips na manhã desta quinta-feira (14), no presídio masculino de Guajará-Mirim (RO), cidade situada a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. Os objetos foram achados por volta de 8h, em cima do prédio do banho de sol dos pavilhões B e C.

Nenhum dos detentos assumiu ser dono ou destinatário dos aparelhos.
Um dos agentes levou os objetos apreendidos para a Delegacia Regional de Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência.

De acordo com a Polícia Civil, possivelmente os celulares foram jogados da rua, por cima do muro do presídio. Após a realização dos trabalhos periciais de praxe, os aparelhos serão armazenados no depósito de objetos apreendidos.

A Polícia Civil está investigando o caso.
.