Anderson Bernardo da Silva foi morto no interior do Amazonas (Foto: Reprodução)
O corpo do agricultor Anderson Bernardo da Silva, de 22 anos, foi encontrado na tarde de quarta-feira (20), após três dias desaparecido. Segundo familiares que ajudaram nas buscas, o corpo estava nos fundos de um matagal no bairro Monte Castelo, no município de Rio Preto da Eva, região metropolitana de  Manaus. O crime teria ocorrido por vingança.

Anderson é suspeito de agredir um homem quando cumpria pena por tráfico de drogas na cadeia da cidade, no início deste ano. Segundo familiares, a vítima da agressão encomendou a morte do agricultor.

De acordo com o irmão de Anderson, Maike Silva, de 27 anos, o jovem foi visto com vida pela última vez no domingo (17), quando foi cercado por  um grupo de pelo menos 10 homens. Depois disso, o corpo foi encontrado pela Policia Militar (PM) e pelo irmão por volta das 16h de quarta-feira.

“A polícia encontrou um menino de 14 anos que estava envolvido, aí ele disse onde estava o irmão do cara que meu irmão bateu e ele confessou que tinha matado meu irmão a mando do irmão dele e indicou o local onde tinham deixado o corpo”, afirma Maike. Conforme o irmão da vítima, o corpo de Anderson estava enterrado de cabeça para baixo em uma área de mato de difícil acesso.

Ele tinha marcas de agressão e estava degolado.
A Polícia Militar de Rio Preto da Eva faz buscas pelos outros envolvidos no crime.

O homem que matou por ordem do irmão está detido na delegacia do município.
.