Ajudante de pedreiro foi morto a tiros (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)
O ajudante de pedreiro Luis Alberto de Araújo Barroso, de 33 anos, foi morto a tiros em um campo de futebol na Zona Oeste de Manaus. O crime ocorreu no fim da noite de quinta-feira (14). A polícia suspeita que o caso tenha relação com tráfico de drogas.

De acordo com a esposa da vítima, a agente de limpeza Valdenira Silva, de 42 anos, o marido foi ao local assistir o filho adolescente jogar futebol.
“Ele [vítima] era usuário, mas nunca soube de dívidas e nem que alguém o ameaçava.

Disseram que um cara chegou na moto e todo mundo correu. Ele atirou contra o meu marido.

Depois que ele tinha caído, o motoqueiro foi mais pra perto e atirou de novo. Os colegas dele não conseguiriam fazer nada”, disse a Valdenira.

Testemunhas relataram que o crime ocorreu por volta das 23h30, em um campo na rua Teófilo Dias.  
A esposa disse ainda que estava dormindo quando foi informada por vizinhos que o marido tinha sido baleado.

A casa da família fica próxima ao local do crime. Ela foi até o campo, mas já encontrou Luis morto.

Ele foi atingido por um tiro na cabeça e outro no peito.
Segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a vítima já cumpriu pena por tráfico de drogas e saiu da prisão em 2014.

O suspeito ainda não foi identificado. A DEHS vai investigar o caso.

.