Deputado Josué Neto anunciou cortes (Foto: Camila Henriques /G1 AM)
A implantação do terceiro pacote de contenção de gastos da Assembleia Legislativa (ALE-AM) foi anunciado pelo presidente da Casa, deputado Josué Neto (PSD), na tarde desta quinta-feira (14). Meta é economizar pelo menos R$ 6 milhões até dezembro deste ano.
Segundo a ALE-AM, entre as novas medidas estão  a redução de 10% da Cota para Exercício de Atividade Parlamentar (Ceap) dos deputados.

As medidas de contenção receberam o aval da maioria dos deputados. o repasse de verbas ao parlamento teve  queda de pelo menos R$ 3 milhões ao mês.

O valor era de aproximadamente R$ 20 milhões/mês e agora gira em torno de R$ 17 milhões mensais, segundo informou a assessora da ALE-AM.
Também haverá corte de mais 10% em contratos com fornecedores e prestadores de serviços da assembleia.

Os contratos já haviam passado para uma redução de 25% no segundo pacote de redução de gastos, aprovado pelos deputados em agosto do ano passado.
O pacote de contenção de gastos também envolve a redução de  R$ 8 mil para R$ 5 mil na cota de Bolsa de Estudos que cada deputado tem direito de conceder aos servidores de seus gabinetes; redução de 37% da bolsa de estudos de servidores efetivos; redução de R$ 1,7 mil para R$ 1 mil da cota de comunicação dos deputados; redução de 10% dos salários dos diretores; corte de 10% na produtividade e gratificação de servidores (efetivos e comissionados) de acordo com a carga de horário de trabalho reduzida; e redução do número de carros alugados.

.