Jovens limpam e fazem reflorestamento na área de preservação do rio Pirarara, em Cacoal, RO(Foto: Magda Oliveira/G1)
Apesar do feriado facultativo, alunos de uma escola particular de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho, abandonaram o aconchego de suas camas e acordaram cedo na sexta-feira (22), para realizarem uma limpeza e reflorestamento na área de preservação do rio Pirarara, próximo a ponte da rua dos Pioneiros, no bairro Floresta. O trabalho é parte de um projeto desenvolvido pela escola com os alunos dos 3º anos do ensino médio e contemplam as disciplinas de geografia e biologia. A esquerda da foto, Samily auxilia colegas daescola durante ação (Foto: Magda Oliveira/G1)
A aluna Samily Silva, de 17 anos, é uma das coordenadoras do projeto.

Ela conta que antes de colocarem de fato as mãos na terra, tiveram que elaborar um projeto de ação e assistirem aulas teóricas sobre os temas abordados, como ocupação desordenada, meio ambiente, poluição e reflorestamento.
“O projeto é interessante, pois através dele, estamos ajudando outras pessoas.

Antes de colocarmos em prática nós tivemos aulas de campo e nosso objetivo era reconhecer os problemas enfrentados nas proximidades dos rios, além de descobrir soluções de melhoria para esses locais”, destacou a aluna.
Durante a aula prática, os alunos recolheram muito lixo, além de realizarem o reflorestamento das áreas já limpas.

De acordo com um dos professores responsáveis pela iniciativa, Rildo Oliveira Vicente, o projeto nasceu da preocupação ambiental.
“Estamos tentando, mesmo que de forma pequena, recuperar algumas áreas degradadas no [rio] Pirarara.

Nossa preocupação é que sempre que tivemos enchentes em Cacoal, percebemos que a influência humana negativa também contribuiu”, contou o professor, afirmando que para a escolha da área a ser recuperada, foi realizado um estudo da trajetória do rio dentro da cidade. Jovens limpam e fazem reflorestamento na área de preservação do rio Pirarara, em Cacoal, RO(Foto: Magda Oliveira/G1)
Para o reflorestamento, foram plantadas 26 mudas de espécies nativas, como jatobá, copaíba e ipê amarelo.

As mudas foram doadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e todo o plantio foi monitorado por funcionários do horto municipal.
.