Projeto do IJF 2 prevê a construção de prédio com cinco pavimentos; obra custará R$ 74,6 milhões, sendo R$ 42 mi para construção do prédio (Foto: Reprodução/Prefeitura de Fortaleza)
A obra de ampliação e reforma do Instituto Dr. José Frota (IJF), maior hospital de traumas do Ceará, custará R$ 74,6 milhões e deverá ser concluída em junho de 2018, após 24 meses. Com a construção de um novo prédio, o chamado IJF 2, a unidade hospitalar passará a contar com 664 leitos, além de novas salas cirúrgicas e central de exames especializados.

A ordem de serviço para a realização do projeto foi assinada na manhã desta terça-feira (12), pelo prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana.
Com o IJF 2, o hospital será ampliado em 13.

237m² de área construída, sendo o novo prédio interligado ao atual por meio de passarelas, conectando as áreas cirúrgicas e de UTI. Durante as obras, os atendimentos médicos realizados no hospital não sofrerão interferências.

O projeto prevê a construção de um prédio com cinco pavimentos dotado de duas guaritas, estacionamentos, área de convivência, enfermarias, UTIs, centros cirúrgicos e salas de recuperação pós-anestésica. A estrutura também permitirá a instalação de serviços de ressonância magnética e hemodinâmica, hoje inexistentes no IJF.

Para a primeira fase das obras, serão entregues, até dezembro deste ano, dois pavimentos subterrâneos destinados ao estacionamento dos funcionários do hospital. ‘Resolução para o gargalo’Conforme o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, o projeto de ampliação do IJF deve resolver o problema da superlotação das atuais unidades hospitalares de Fortaleza.

O gestor ressalta que, no prazo de até um ano, os frotinhas dos bairros Messejana, Antônio Bezerra e Parangaba também serão reformados.
“A resolução para o gargalo do atendimento de urgência e emergência está na expansão do IJF e também nas reformas dos frotinhas.

No fim do próximo ano, os frotinhas já devem ser entregues. Depois, até junho de 2018, o IJF 2 estará pronto.

Isso vai acabar de vez com o problema dos leitos nos corredores hospitalares”, destacou o prefeito.
Para o governador Camilo Santana, além do investimento em estrutura, é preciso investir também na prevenção de acidentes, que são hoje a maior causa de internamentos no hospital.

O governador destacou também a importância da ampliação do IJF para todo o  Ceará.
“O Governo do Estado se dispôs a fazer essa parceria por considerar que é de fundamental importância para o povo cearense.

Não tenho dúvida que esta ampliação vai desafogar os hospitais, garantindo um melhor atendimento para os pacientes”, afirmou Santana. InvestimentoCom previsão de conclusão em 24 meses, a obra do IJF 2 custará R$ 74,6 milhões, dos quais R$ 42 milhões serão destinados para a construção do novo prédio e o restante do montante para aquisição de mobiliário, compra de equipamentos e reforma do prédio do IJF já existente.

Os recursos são oriundos do Governo Federal, Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza.
Atualmente, o IJF possui 461 leitos de internação, sendo 33 de UTI, e 11 salas cirúrgicas.

Com um fluxo intenso de pacientes, uma média de 7. 740 acolhimentos por mês apenas na Emergência, a unidade tem uma demanda histórica por melhores condições para acomodar o crescente número de usuários e garantir a atuação segura dos diversos profissionais envolvidos nos processos clínicos e administrativos.

.