Um laudo ainda vai apontar as causas, mas a suspeita é de que o incêndio ocorrido na manhã de quarta-feira (20), no Mercado Central de São Luís, tenha sido causado por um curto-circuito na rede elétrica do mercado, segundo o Corpo de Bombeiros (CBM-MA).
O local não é reformado há anos. Nesta sexta-feira (21), o dia foi de retomar o trabalho, mas com preocupação.

“A questão da estrutura desse mercado, o descaso público, né? As reformas que são anunciadas nunca chegam, é um patrimônio histórico que está esquecido”, reclama o comerciante Amarildo Azevedo.
Por meio de nota, Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento de São Luís afirma que já elaborou um projeto, junto aos comerciantes, para execução de medidas emergenciais para segurança dos feirantes e preservação do Mercado Central.

Os serviços serão executados de maneira urgente até que recursos do PAC Cidade Históricas sejam liberados para reforma do mercado. Bombeiros resfriam local do incêndio no Mercado Central (Foto: Reprodução/TV Mirante)IncêndioDuas lojas foram atingidas por um incêndio na manhã de quarta-feira (20), no Centro de São Luís (MA).

De acordo com um comerciante, o fogo teria começado por volta de 6h. Os dois estabelecimentos – uma de artesanato e outra que serve de depósito de redes – fazem parte da estrutura do Mercado Central, na avenida Magalhães de Almeida.

Ninguém ficou ferido.
Ao ser informado do incêndio, o proprietário da loja, Sebastião Morais Matos, se deslocou rapidamente para o local e, nervoso, acabou batendo o veículo, uma Kombi, contra um automóvel de passeio que estava parado em frente ao Mercado Central.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA) resfriaram e isolaram a área do incêndio. Para ter acesso ao local do incêndio, os militares tiveram que arrombar portas de ferro.

Diversos produtos que estavam no interior de uma das lojas atingidas foram retirados de dentro do estabelecimento.
.