Manifestantes atearam fogo em pneus e impediram passagem dos veículos na BR-262 (Foto: Reprodução/TV Integração)
Os dois lados da BR-262, em Uberaba, ficaram interditados por quase uma hora na manhã desta sexta-feira (15). Um congestionamento chegou a se formar nas proximidades do Bairro Residencial 2000. O motivo foi uma manifestação do Movimento Sem Terra (MST) em ato a favor do governo.

O grupo ateou fogo em pneus para impedir a passagem dos veículos.
Nesta sexta-feira ocorre, em vários locais do país, protestos de diversos movimentos em prol da campanha Abril Vermelho, reforma agrária, pela democracia e contra o impeachment da presidenta Dilma.

Segundo os organizadores, cerca de 100 pessoas do MST e representantes sindicais participaram do ato. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou cerca de 50 manifestantes.

Durante o protesto, o congestionamento na BR-262 foi de quase dois quilômetros. O Corpo de Bombeiros esteve no local para controle das chamas e limpeza da via.

Ainda conforme a PRF, a pista foi liberada por volta das 9h30. Manifestação na BR-050, em Uberlândia, reuniucerca de 300 (Foto: Fabrício Sangenetto/ArquivoPessoal)Manifestação na BR-050Os dois sentidos da BR-050 também foram interditados nesta manhã.

Cerca de 300 manifestantes sem-terra e sem-teto bloquearam a rodovia próxima ao assentamento do campus Glória, que pertence à Universidade Federal de Uberlândia (UFU). A manifestação começou às 8h e durou cerca de uma hora, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 
De acordo com a assessoria de comunicação da MGO Rodovias, a concessionária monitorou todo o protesto por meio do sistema de videomonitoramento, a PRF foi acionada e compareceu ao local. Os manifestantes queimaram alguns pneus para fechar a rodovia e a demora na liberação ocorreu em virtude da limpeza das pistas na altura do km 78.

A pista no sentido Uberaba a Uberlândia foi a primeira a ser liberada.
.