Cacoal tem mais sete casos suspeitos de H1N1 (Foto: Magda Oliveira/G1)
O corpo técnico do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal (RO) confirmou na manhã de segunda-feira (11) que sete pacientes são suspeitos de estarem com gripe H1N1. Os materiais para a realização de exames de confirmação da doença começaram a ser coletados na última sexta-feira (8) e são encaminhados para fora do estado. Os resultados devem sair nos próximos 30 dias.

O caso mais recente é de um jovem de 16 anos do município de Ji-Paraná, que foi internado no Hospital Regional de Urgência e Emergência (Heuro), em Cacoal, no domingo (10). “Ele começou a apresentar sintomas no dia 9 de abril, com febre alta que evoluiu rapidamente para insuficiência respiratória aguda.

Ele está sendo tratado com o medicamento preconizado e os exames foram solicitados”, destacou a coordenadora de enfermagem e de epidemiologia Angela Antunes de Morais Lima, afirmando que todos os pacientes apresentaram sintomas semelhantes.
Entre os pacientes com suspeita do vírus que já passaram pelo município, estão três pessoas que vieram a óbito antes de iniciarem o tratamento, provenientes de Espigão do Oeste, Ouro Preto do Oeste e Ji-Paraná.

Outros casos já registrados são o de uma mulher de 54 anos, que já realizou o tratamento contra o vírus, mas continua internada na Unidade de Terapia Intensiva  (UTI) do Hospital Regional de Cacoal para acompanhamento de outra doença, uma gestante, de 33 anos, moradora de Jaru, também em acompanhamento na UTI e uma criança de três anos, de Cacoal, que recebeu o tratamento e teve alta.
.