Dupla Diogo e Castilho se apresentaram em Candeias Country Fest (Foto: Ísis Capistrano/ G1)
A cidade de Candeias do Jamari, distante cerca de 20 km de Porto Velho, comemorou o dia 1º de maio em dois eventos: A 1ª Feira Agropecuária e o Candeias Country Fest. As duas atrações foram uma espécie de alternativa na falta da tradicional Cavalgada do Trabalhador que, em nove anos, teve a edição cancelada pela prefeitura local.
Mais de mil pessoas compareceram à feira agropecuária na tarde deste domingo (1), segundo o gerente da Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), Rubson Gadelha do Nascimento.

A empresa tinha um stand no local com exposições e produziu os concursos da “Vaca Leiteira” e do “Arroz Carreteiro”. O agricultor João participou do concurso deArroz carreteiro da Feira Agropecuária(Foto: Ísis Capistrano/ G1)
O agricultor João da Costa de Souza foi um dos concorrentes ao título de melhor cozinheiro quando se fala em arroz carreteiro.

Já ganhou três edições do concurso na feira agropecuária em Porto Velho e veio para Candeias para abocanhar mais um título. O segredo? “Tem que fritar bastante a carne antes do tempero.

Esse é o segredo”, diz.
A alguns quilômetros da feira, cerca de mil pessoas passaram pela estância Dallas, palco do Candeias Country Fest, que trouxe o cantor Victor Marinho (GO); Pedro Neto (RO), apadrinhado pelo cantor Gustavo Lima; a dupla sertaneja Diogo e Castilho (RO), o swing de Gabriel Parada (RO), o DJ sertanejo Alexandre Potência e os Dj’s Leudson, Deivisson Inovation, Eduardo Santos e Bruno Ferreira.

Gabriel Parada foi uma das atrações(Foto: Ísis Capistrano/ G1)
A Comitiva Fura Olho, organizadora do evento espera que 4 mil pessoas passem pelo evento até o final das atrações. Eles são responsáveis pela Cavalgada anual de Candeias.

“Como esse ano a prefeitura não pode realizar a cavalgada, nós resolvemos fazer o Country Fest. Não poderíamos deixar de fazer algo em 9 anos de evento”, disse Aldeison Façanha, um dos organizadores.

O cantor Gabriel Parada se apresentou por volta de 15h. Com repertório variado que vai do axé ao pagode ele conta que o público foi bem receptivo.

“O som foi bom, e as pessoas bonitas que saíram de várias cidades além de Candeias estão de parabéns”, disse.
Já Brendo Castilho, da dupla Diogo e Castilho, conta que é a primeira vez que eles se apresentaram em Candeias.

A dupla já esteve em várias cidades, inclusive Goiânia, com repertório próprio e de outros cantores. “Em Rondônia tem muito talento escondido, é um celeiro de artistas bons.

Só falta reconhecimento”, diz.
.