Carro e caminhão bateram de frente e ficaram na pista (Foto: José Aparecido/ TV Morena)
O carro dirigido por Paulo Siufi Filho, de 21 anos, que morreu em acidente no fim da noite dessa quarta-feira (27), em Campo Grande, estaria em alta velocidade. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com a PRF, os primeiros levantamentos apontam que há indícios de que o veículo conduzido pelo filho do vereador da capital sul-mato-grossense, Paulo Siufi (PMDB), trafegava em velocidade acima do permitido na rodovia.

A suspeita é em função das características do impacto.
Ainda conforme a PRF, foi verificado que o carro da vítima invadiu a pista contrária, batendo de frente com um caminhão, cujo motorista ainda tentou sair para o acostamento para evitar a colisão.

O boletim de ocorrência da PRF sobre o acidente fica pronto em três dias. No documento irá constar as circunstâncias do acidente.

ColisãoO acidente aconteceu no início de uma curva da BR-163, entre as saídas de São Paulo e Três Lagoas. A batida foi tão forte que os dois veículos pararam metros à frente.

O carro da vítima ficou destruído e o motor foi arremessado para o meio da pista. O jovem morreu no local.

O velório é realizado no Cemitério Parque das Primaveras.  
 O caminhão ficou atravessado na rodovia e o motorista, de 48 anos, saiu ileso.

Foi preciso jogar serragem na pista porque houve vazamento de óleo. O caminhoneiro disse que seguia de São Paulo para Vilhena (RO).

LutoPor conta da morte do filho do vereador Paulo Siufi, a Câmara Municipal de Campo Grande decretou luto oficial de três dias. De acordo com a Câmara Municipal, a sessão ordinária que seria realizada nesta quinta-feira (28) foi cancelada e a Casa fica fechada.

No entanto, alguns setores administrativos essenciais permanecem abertos, como o Protocolo. A Câmara volta a funcionar normalmente a partir desta sexta-feira (29).

Motor do carro da vítima saiu do veículo (Foto: José Aparecido/ TV Morena)
.