Um buraco foi encontrado nas proximidades do muro da cadeia (Foto: Arquivo Pessoal)
Um casal foi preso, na noite de domingo (15), em uma residência tentando escavar um túnel em direção ao muro da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, localizada no município de Pacatuba, Região Metropolitana de Fortaleza. A polícia também localizou materiais para escavação, drogas e mantimentos, como água e alimentos.  
Conforme a Polícia Civil, o buraco tinha aproximadamente dois metros de profundidade.

O objetivo da dupla era chegar ao interior da unidade prisional para tentar realizar uma fuga em massa.
O local foi encontrado após denúncias que chegaram ao conhecimento da Polícia Militar.

Equipes da Força Tática de Apoio (FTA) da PM realizaram buscas pela localidade e flagraram o casal no interior da casa de onde partiam as escavações.
Equipamentos como pás, enxadas e picaretas que eram usados na perfuração do buraco estavam na residência.

A PM informou que no local também foram localizados garrafões de água e alimentos que eram utilizados pelos os suspeitos.
Após a prisão, o casal foi encaminhado à Delegacia Metropolitana de Maracanaú, mas o caso  será investigado pela Delegacia de Pacatuba.

A polícia apura a participação de outros envolvidos na escavação do túnel.
A PM também chegou a informar que um dos presos que poderia ser beneficiado com a fuga era Antonio Jussivan Alves dos Santos, o “Alemão”, um dos presos envolvidos no furto milionário ao Banco Central, ocorrido em 2005.

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) não confirmou o envolvimento de presos nas escavações do túnel. A pasta informou que o buraco encontrado estava fora das dependências da unidade prisional e que ninguém fugiu do local.

Materiais para escavação do túnel foram localizados pelos policiais militares (Foto: Arquivo Pessoal)
.