Av. Acelino de Leão, próximo ao canal, foi ponto de alagamento em Macapá (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)
Onze pontos de alagamentos em Macapá foram registrados pelo Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes) na manhã desta segunda-feira (18), quando chuvas intensas atingiram a capital, informou a Defesa Civil do Amapá. Das 4h às 8h, havia chovido quase 80 milímetros de água, segundo a Sala de Situação da Agência Nacional das Águas no Amapá.

Augusto Rocha mora a poucos metros de canal queinundou em Macapá (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)
A maioria dos alagamentos aconteceu na Zona Norte da capital: nas avenidas dos bairros Brasil Novo, São Lázaro, Pacoval, e na Rodovia AP-070, no Jardim Felicidade. Os outros pontos foram identificados nos bairros Cidade Nova, Perpétuo Socorro, Laguinho, Jesus de Nazaré, Buritizal e Novo Buritizal.

O aposentado Augusto Rocha, de 70 anos, mora há 30 anos na Avenida Acelino de Leão, no Buritizal, um dos pontos de alagamentos monitorados pela Defesa Civil. A casa dele fica a poucos metros do canal que segue do bairro Pedrinhas ao bairro Trem.

“Aqui são sete famílias e alaga tudo. Aqui já perderam geladeira, televisão.

Quando chove, a gente já fica de olho para tentar salvar as coisas, senão, perde tudo. Começou a chover de madrugada, acordei 4h para ajudar e suspender logo.

Isso ocorre todo ano”, disse o aposentado, enquanto retirava água da chuva de dentro da casa onde mora.
A previsão para a manhã desta segunda-feira é de chuvas com intensidade moderada a forte em Macapá, e outros municípios como Laranjal do Jari, Vitória do Jari, Itaubal, Mazagão e Santana.

Água da chuva na casa de moradores em diversos bairros de Macapá (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)
.