Vitrines estampam promoções para o Dia das Mães (Foto: Reprodução/TV Integração)
Nas vitrines as promoções e propagandas estão todas voltadas para a mesma data, o Dia das Mães. Para o comércio, a celebração é a segundo melhor período do ano para vendas, perdendo apenas para o Natal. Em Divinópolis, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) ainda não divulgou a expectativa do comércio, mas comparado aos anos anteriores, a CDL informou que os setores que devem ser mais procurados para compras em 2016 serão as lojas de roupas, calçados, eletrodomésticos e floriculturas.

O G1 procurou empresas destes segmentos para saber se houve aumento nas vendas e e contratação de funcionários para o período. FloriculturaOs estabelecimentos esperam um crescimento nas vendas para a celebração do Dias das Mães.

Na Floricultura Serikuwa a expectativa é de que haja um aumento de 30% a 40% no comércio e segundo o proprietário José Herbeth, para o período haverá contratações.
O comércio está muito parado este ano, acredito que o Dia das Mães será apenas um dia comum na loja e nossos funcionários vão conseguir atender com facilidade
Dercy Maria, proprietária
“Todo ano nós contratamos funcionários temporários para o fim de semana do Dia das Mães, mesmo com a crise nós esperamos vender muito”, disse.

Já na Floricultura Saito, não haverá contratações, segundo a proprietária Dercy Maria de Freitas, em 25 anos de comércio, este será o pior para as vendas, devido à crise vivida no país. “O comércio está muito parado este ano, acredito que o Dia das Mães será apenas um dia comum na loja e nossos funcionários vão conseguir atender com facilidade”, disse.

Loja de roupas em Divinópolis (Foto: Christyam de Lima/Divulgação)Roupas e CalçadosA loja de roupas Feriado Nacional já se preparou para o dia oito de maio. O estabelecimento espera boa movimentação e aumento nas vendas.

Porém, conforme a gerente Ivone Dias, na loja não haverá contratações temporárias. Assim como a rede de lojas Divinópolis Calçados que, segundo o gerente Nivaldo Oliveira, fechou uma das sedes neste ano e não contratará nenhum funcionário.

“Como fechamos uma loja, vamos utilizar os funcionários dela para auxiliar nas vendas para o Dia das Mães. Mesmo com a crise no país, estamos na expectativa para um acréscimo nas vendas”, disse.

 
É nosso segundo Natal , mas 2016 não está muito fácil. A previsão é de um crescimento de 30%”
Valdecyr Ferreira, gerenteEletrodomésticosO setor de eletrodoméstico espera um aumento de até 30% nas vendas no mês de maio, mas não invetirá em contratações.

No Magazine Luiza, o gerente Valdecyr Ferreira afirmou que a expectativa é grande, mas não será preciso novos funcionários. “Todo o ano no mês de maio há um aumento significativo nas vendas, por causa do Dia das Mães.

É nosso segundo Natal, mas 2016 não está muito fácil, a previsão é de um crescimento de 30%”, informou.
No entanto, na loja Camargos Movéis e Eletros, a movimentação está fraca e a gestão tem organizado campanhas estratégicas de marketing para atrair os clientes.

Segundo o Bráulio Rodrigues, até o momento a expectativa é de que haja ao menos 15% de aumento nas vendas para o Dia das Mães. “Nosso quadro de funcionários permanecerá fixo, não haverá contratações.

Sobre as vendas de maio, está tudo bem parado, estamos organizando campanhas e promoções para que haja uma melhora, esperamos um aumento de até 20% nas vendas”, disse.  
.