Os quilombolas do município de Serrano do Maranhão, a 111 km de São Luís, estão ocupando desde esta segunda-feira (11) a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em São Luís.
A ocupação da comunidade está sendo considerada pacífica e eles reivindicam a regularização das terras onde eles vivem. Além disso, eles pedem a melhoria nas áreas da educação e saúde.

Os quilombolas pedem também a anulação do relatório técnico e de delimitação nos territórios de Cruzeiro e Alto Bonito.
Essa não é a primeira vez que os quilombolas ocupam a sede do Incra na capital.

Eles afirmam que dessa vez só irão sair do local após uma resposta decisiva para todas as suas reivindicações. Quilombolas reivindicam a regularização das terras onde eles vivem no Maranhão (Foto: Reprodução/TV Mirante)
.