Mutirão realizado no mês de março em Carmo do Cajuru (Foto: TV Integração/Reprodução)
Com o objetivo de combater o mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura de Carmo do Cajuru iniciou “Operação Fumacê” da Gerencia Regional de Saúde (GRS). A cidade, que decretou situação de emergência no dia 8 de abril, também vem realizando ações para conscientizar a população.
A campanha teve inicio na quarta-feira (27).

Os agentes da Vigilância de Saúde passaram por um treinamento para executar o serviço. O diretor de Vigilância em Saúde, Carlos Alberto Vasconcelos, explicou que a operação funcionará através de escalas e que serão quatro ciclos, de dois em dois dias, com um dia de intervalo.

O horário de funcionamento será das 6h às 10h e das 16h às 21h. A Prefeitura ainda ressaltou que é essencial que os moradores deixem portas e janelas das casas abertas quando o fumacê passar pelos bairros e ressaltou que o remédio usado no combate ao mosquito não faz mal nem para animais de estimação e nem para crianças.

A ação atinge exclusivamente os insetos. Medidas contra a dengue e casos registradosPara controlar a dengue, foi realizado um “Mutirão de Limpeza” em Carmo do Cajuru entre os dias 7 e 18 de março.

Durante a ação, 25 caminhões foram recolhidos pela equipe da Vigilância em Saúde com materiais que poderiam ser focos de dengue. Todo material foi separado e, o que não pôde ser entregue à Associação dos Catadores de Carmo do Cajuru, foi levado para o aterro controlado do município.

Pneus e eletrodomésticos foram levados para uma empresa terceirizada. Atualmente, os agentes têm visitado imóveis e notificado proprietários de terrenos que deixam possíveis criadouros do mosquito.

Além disso, são realizados trabalhos de orientação nas escolas.
Segundo a Prefeitura, já foram realizadas pelos agentes 20.

485 visitas e 407 imóveis tinham um ou mais focos da larva do mosquito. Mais de 5.

200 imóveis foram tratados com larvicida e 22. 315 focos foram eliminados.

Cerca de 6. 00 imóveis estavam fechados.

Ainda conforme o Executivo, até o dia 23 de abril foram registrados 463 casos notificações de dengue. No ano passado, foram 135 casos com 76 confirmações.

Conforme o diretor da Vigilância em Saúde, nas últimas duas semanas de abril deste ano houve uma queda de cerca de 45% no número de notificações, passando de 110 para 61 notificações.
.