O corpo de uma taxista identificada como Nayara Suelen Steinmete que estava desaparecida desde a última sexta-feira (22) foi encontrado no sábado (23) em uma área de matagal situada no município de Balsas, a 810 km de São Luís.
A polícia começou a desvendar o crime depois de prender o técnico em som automotivo Mauro Lopes de Sousa Aquino. Ele estava com o carro da taxista em uma festa que estava ocorrendo na cidade.

No interior do veículo, a polícia encontrou marcas de sangue e os documentos pessoais de Nayara.
Segundo o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Balsas, o tenente-coronel Juarez Medeiros, a princípio Mauro disse que estava com o veículo para realizar um serviço, mas acabou confessando o crime para a polícia.

“Ele já confessou e a gente tá agora a procura do comparsa dele”, revelou.
O corpo da taxista foi encontrado em um matagal a 40 km de Balsas.

A principal linha de investigação da Polícia Civil para o crime é latrocínio, que se caracteriza pelo o roubo seguido de morte. É que foram levados da vítima a quantia de 30 reais, um aparelho celular e uma bolsa.

Mas existe ainda a hipótese de homicídio para o crime. De acordo com a polícia, o suspeito conta que um adolescente que atualmente está foragido teria participado do crime.

Nayara Suelen Steinmete era taxista no município de Balsas (Foto: Reprodução/TV Mirante)
.