Vacinação contra gripe começará no dia 25 de abril na rede pública em todo o Paraná (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Cinco casos de gripe causados pelo vírus influenza foram registrados neste ano em Curitiba, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde nesta terça-feira (12). Segundo a pasta, todos os casos são sem gravidade.
Além disso, foram registrados 104 casos de síndrome respiratória aguda grave na capital, porém, nenhum deles foi provocado pelo vírus influenza, mas por outros agentes.

A vacinação contra a gripe, que protege contra os três tipos do vírus influenza, começará no dia 25 de abril na rede pública em todo o Paraná.
Os sintomas da gripe H1N1 são parecido com o da gripe comum e podem incluir febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios, fadiga, diarreia e vômito.

Confira as dicas da Secretaria Municipal de Saúde para evitar gripes e resfriados:-Lave as mãos com frequência e use álcool gel em seguida. Os vírus da gripe são transmitidos por meio de pequenas gotas de saliva ou de coriza expelidas por pessoas que já estão gripadas ou através do contato com objetos contaminados.

-Ao tossir ou espirrar, use sempre um lenço de papel ou então procure usar a própria roupa, para evitar de espalhar os vírus no ambiente. -Em dias muito secos, procure umidificar o ar, com aparelhos elétricos ou mesmo toalhas molhadas.

-Tome bastante água. Isso fortalece o sistema imunológico.

-Tenha uma alimentação saudável, com bastante vitamina C de preferência. -Mantenha os ambientes ventilados evitando proliferação de vírus e bactérias.

-Evite fumar e inalar a fumaça de fumantes. -Exponha ao sol lençóis e edredons antes de usá-los, de preferência lave-os para livrar-se dos ácaros e mofos presentes.

Vacina gripeNo começo de abril, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) informou que a campanha de vacinação contra a gripe começará em 25 de abril no estado. A campanha nacional deve começar apenas em 30 de abril.

O Paraná deve receber 48% do total de doses previstas para todo o período de imunização até o início da campanha. O restante virá em lotes enviados semanalmente pelo Ministério da Saúde.

A campanha de imunização será concluída até 20 de maio, quando 2,9 milhões de pessoas devem ser imunizadas no estado.
Terão direito à vacina gratuita idosos com mais de 60 anos, crianças que tenham entre seis meses e menos de cinco anos, gestantes, mulheres com pós-parto de até 45 dias, doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores e detentos do sistema prisional.

A vacina demora pelo menos duas semanas para fazer efeito e ela é eficaz contra três tipos do vírus da gripe que mais circulam no país, como o Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. Em adultos, a dose é única, já para as crianças são aplicadas duas doses.

.