Um policial militar que estava de folga atirou e matou um adolescente de 15 anos suspeito de tentar assaltar um posto de combustíveis em Guarapuava, na região central do Paraná, por volta das 22h50 de quinta-feira (22). A Polícia Civil vai investigar o caso.
A tentativa de assalto ocorreu na Rua Jorge A.

Ribeiro, no bairro Conradinho. Segundo a Polícia Militar (PM), dois rapazes tentavam assaltar um posto de combustíveis, fazendo funcionários reféns, quando foram surpreendidos por um policial de folga que chegava para abastecer.

Ainda conforme a polícia, o PM logo notou a situação, se identificou e tentou abordar os suspeitos. No entanto, eles não acataram à ordem de abordagem e atiraram em direção ao policial e aos empregados do posto de combustíveis.

O policial, de acordo com informações da PM, acabou revidando e atirando cinco vezes com um revólver particular registrado em seu nome. Depois da troca de tiros, os suspeitos conseguiram fugir sentido Vila São José.

Pouco depois, policiais faziam patrulhamento pela região em busca dos rapazes quando encontraram um deles, de 16 anos, atrás de um arbusto. Questionado, ele confessou que participou da tentativa de roubo e que o outro colega estava ali por perto, deitado na grama, baleado.

A polícia, então, seguiu os rastros de sangue e encontrou o segundo adolescente. O suspeito foi encaminhado ao hospital com ferimentos na região do tórax, mas não resistiu e morreu no Santa Tereza.

Com ele, foi apreendida uma arma de fogo e munição.
Em seguida, os policiais foram até a casa do rapaz baleado.

Informada de toda a situação, a mãe foi até o hospital e reconheceu o corpo do filho. Antes, foram feitas buscas na residência da família e uma moto sem placas e com o número de chassi raspado foi encontrada.

O suspeito que sobreviveu, além da arma e da moto que seriam do adolescente morto, foram encaminhados para a delegacia. A arma do policial militar ambém foi encaminhada à Polícia Civil por se tratar de um revólver particular.

.