Sindpol denuncia condições insalubres na Delegacia de Novo Lino (Foto: Divulgação/Sindpol)
O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) informou, nesta segunda-feira (16), que recebeu uma decisão judicial para interditar a carceragem da Delegacia de Novo Lino, na Zona da Mata alagoana, e transferir os presos do local em três dias. A decisão, segundo o Sindpol, foi do Juiz de Direito Gilvan de Santana Oliveira.
O sindicato foi informado pela Delegacia Regional que os oito presos, que estão custodiados no local, serão transferidos a partir desta segunda-feira (16).

Sindicato diz que presos começam a sertransferidos nesta segunda-feira (16)(Foto: Divulgação/Sindpol)
De acordo com o Sindpol, a ação foi requerida pelo Ministério Público de Alagoas (MP-AL) após uma solicitação do sindicato, que constatou irregularidades no prédio da delegacia como condições insalubres, que colocam a saúde e integridade dos policiais em risco; e estrutura precária.
O sindicato relatou ainda que o magistrado determinou 90 dias para que o Governo do Estado e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) realizem as reformas necessárias na estrutura do prédio.

A aplicação da multa diária por descumprimento de R$ 30 mil e multa de R$ 1 mil diário por descumprimento da SSP-AL.
.