Governador do MA usa as redes sociais para se posicionar sobre decisão (Foto: Reprodução)
O governado Flávio Dino (PCdoB-MA) se posicionou favorável à decisão de presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), de anular a votação que aprovou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, em 17 de abril. Defensor da presidente, Dino é apontado como influenciador da decisão e disse, nas redes sociais, que é “natural que o deputado Waldir Maranhão, sendo do meu Estado, peça minha opinião sobre temas relevantes. Como eu peço a ele também”.

 
O governador afirmou ainda que “a decisão do deputado Waldir Maranhão é centenas de vezes mais consistente do que o pedido do tal ‘impeachment'”. Por telefone, o secretário de Comunicação e Articulação Política do governo do Maranhão, Márcio Jerry, disse ao G1 que Flávio Dino e Wladir Maranhão chegaram a conversar, mas que a decisão do deputado foi baseada em “decisão política, firme e soberana”.

“Natural que o deputado Waldir Maranhão, sendo do meu Estado, peça minha opinião sobre temas relevantes. Como eu peço a ele também.

Juridicamente, a decisão do deputado Waldir Maranhão é centenas de vezes mais consistente do que o pedido do tal “impeachment”. Realmente fico perplexo como alguém pode inventar essa tese de “pedaladas” e meia dúzia de decretos orçamentários como causa de impeachment”, escreveu Dino nas redes sociais.

Processo de ImpeachmentAinda por meio das redes sociais, o governador do Maranhão recrimina a atitude das pessoas que são a favor do processo de impeachment de Dilma Rousseff. “Defensores do “impeachment” não querem aceitar que o presidente da Câmara dos Deputados tome decisões.

Só vale quando é para um dos lados? Raiva contra decisão do deputado Waldir Maranhão mostra o que venho apontando: golpistas não aceitam regras do Estado de Direito. Tenho orgulho de defender a Constituição, o Estado de Direito e a Democracia.

E por isso apoio a decisão do presidente Waldir Maranhão”. Governador do MA usou as redes sociais para criticar quem é a favor do processo de impeachment de Dilma Rousseff (Foto: Reprodução)
.