O Fhemeron, em Ji-Paraná, informa que apesar de estar com um bom estoque de bolsas de sangue, continua a receber doações. (Foto: Pâmela Fernandes/G1)
Sempre que existe um feriado prolongando aparece a preocupação da Fundação Hemocentro de Rondônia (Fhemeron) com a baixa no número de doações de sangue. Em JI-Paraná, cidade localizada a cerca de 380 quilômetros da capital Porto Velho, a instituição preparou ações externas para manter o estoque em um nível seguro.

Além das doações realizadas na sede, a Fhemeron de Ji-Paraná fez campanhas de doações externas em pontos diferentes da cidade e em municípios vizinhos. Além disso, contou com o apoio de profissionais que trabalham com a distribuição de sangue em cada município.

Uma dessas ações foi realizada na terça-feira (19), em uma cidade vizinha, e segundo enfermeira da Fhemeron, Ieda Pinheiro, garantiu o abastecimento do estoque de sangue. “Fizemos uma coleta externa em Ouro Preto do Oeste, e em um único dia coletamos 123 bolsas de sangue, devido a essa coleta hoje estamos seguros”, garantiu Ieda.

Ela lembrou que os períodos de maior preocupação em relação ao volume de sangue disponível são os de festas como o carnaval e a exposição agropecuária. Isso porque além da queda drástica no estoque ocorre um aumento na procura.

“Mas por devido ações de prevenção, a Fhemeron conseguiu manter uma boa quantidade de bolsas de sangue nesse feriado. Para que o estoque continue sempre em um nível seguro, precisamos de doações regulares.

Pois, sempre precisamos de sangue, em especial o O- é sempre o que mais os pacientes necessitam”,enfaizou Ieda. Quem pode doarO voluntário precisa estar bem de saúde, levar um documento oficial de identidade com foto, ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50 quilos.

Não é necessário estar em jejum, mas é preciso evitar alimentos gordurosos quatro horas antes da doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar com autorização dos pais ou responsáveis.

.