Famílias em busca de consultas médicas no bairro Pedrinhas, em Macapá (Foto: John Pacheco/G1)
Pelo menos 250 famílias que residem na área conhecida como Bacia no bairro Pedrinhas, na Zona Sul de Macapá, foram atendidos com serviços sociais e de saúde nesta sexta-feira (6). A área, com cerca de 200 casas, passou por monitoramento da prefeitura da capital após enchentes no fim de abril que inundaram casas e prejudicaram os moradores. Natalia Miranda, de 20 anos, com a filha Estefani,de 1 ano e 2 meses (Foto: John Pacheco/G1)
As ações aconteceram no complexo Macapá Criança, que fica no bairro Pedrinhas, e desde às 8h recebeu os moradores da área e também de bairros vizinhos.

Foram realizadas consultas médicas, medição de pressão arterial, entrega de medicamentos, pesagem e aplicação de vitaminas. As atividades encerraram às 13h com um almoço para as famílias, disse a coordenação.

Com a filha Estefani Lorena, de 1 ano e 2 meses, a dona de casa Natalia Miranda, de 20 anos, buscou o maior número de atendimentos possíveis no local. “Já trouxe a bebê para tomar vitamina, e espero ainda sair com uma consulta médica”, contou.

A consulta foi o item mais procurado pelos moradores, que recebiam na hora os diagnósticos e também os medicamentos, a maioria deles para tratar de vermes, coceiras e micoses provenientes do contato com a água contaminada do local. Famílias receberam remédios para doenças provenientes da água contaminada (Foto: John Pacheco/G1)
“Essa ação começa pelo laudo da Defesa Civil, pois a bacia que foi uma área ocupada sofreu a maior enchente dos últimos dez anos.

Foi feita a drenagem da água de lá, houve a limpeza e retirada de garrafas e lixo, e além disso resolvemos dar uma assistência a esses moradores”, detalhou Claudiomar Rosa, que coordenou as ações no complexo. Bacia teria passado por maior alagamento dos últimos dez anos (Foto: Reprodução/Rede Amazônica)
.