Pai de enfermeira foi ao local aguardar notícias da filha, que foi feita refém durante a rebelião (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Uma enfermeira que atua no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no km 8 da BR-174, que liga Manaus e Boa Vista, foi feita refém durante uma rebelião na noite desta terça-feira (3). O pai da vítima contou que ela retornou das férias nesta semana. Outros três foram feitos reféns.

Fuga em massa de 39 presos ocorreu na unidade um dia antes. A rebelião acabou após 5h de negociação.

VEJA IMAGENS DA REBELIÃO NO CDPM
De acordo com o pai Marlon Castro, a enfermeira Marna Castro, de 26 anos, estava feliz em seu primeiro dia de retorno ao trabalho.   “Minha filha foi trabalhar toda feliz”, disse.

Familiares de presos aguardaram apreensivos fim de rebelião (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
A alegria de ver a filha retornar ao trabalho onde atua há 2 anos foi substituída pela angústia. “Umas 6h30 da tarde ela ligou, pedia por socorro e pedia a presença da imprensa.

Ela ligou escondido e, depois que ela falou isso, pegaram o telefone dela. Ouvi uma gritaria depois.

Estamos muito apreensivos”, afirma o pai.
Marlon se juntou aos vários de familiares de detentos que se dirigiram ao local após a notícia da rebelião.

RebeliãoCorpo de Bombeiros,  Serviço Móvel de Urgência (Samu) e demais órgãos do Sistema de Segurança foram acionados e enviaram equipes ao local da rebelião.
Policiais do Comando de Operações Especiais (COE), Grupamento de Choque e Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) também foram enviados para o CDPM.

Por volta das 22h, detentos subiram no telhado da unidade. Chamas também puderam ser vistas dentro do CDPM.

Uma barreira foi montada no início do complexo para impedir o acesso de familiares de internos. Bombeiros foram acionados para dar apoio durante negociações (Foto: Jamile Alves/G1 AM)FugaA rebelião ocorreu um dia após a fuga em massa de 39 internos da unidade prisional por um túnel com cerca de 11 metros de extensão e 50 centímetro de diâmetro.

A fuga ocorreu pela madrugada e começo da manhã. Objetos como baldes, cordas e estoques – armas artesanais, além de ventiladores utilizados para cavar o túnel foram apreendidos após a fuga.

A Polícia Militar (PM) montou, na segunda-feira (2), uma operação especial para tentar fazer a captura de 39 presos que fugiram do CDPM. Imagens dos fugitivos foram divulgadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

Ambulâncias, bombeiros e grupamentos especiais de polícia foram acionados (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
.