Leite era armazenado sme cuidados com a higiene (Foto: Ascom/MP)
A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do Rio São Francisco interditou mais uma vez os laticínios dos municípios de Cacimbinhas e Palmeira dos índios, na última quinta-feira (12). No local foram recolhidos 300 quilos de produtos e insumos que foram encontrados em meio a moscas e venenos. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13).

De acordo com o Ministério Público (MP), a FPI apreendeu queijo e iogurtes, além de produtos de insumos que estavam armazenados de forma irregular nas fábricas de iogurte Tantty, em Palmeira dos índios e no laticínio Santa Isabel, em Cacimbinhas.
Segundo o MP, essas fábricas já foram fechadas na última etapa da FPI que aconteceu em novembro de 2015 e receberam as devidas orientações para a regularização, mas nenhuma providência foi tomada e as empresas reabriram com as mesmas irregularidades.

O MP informou que a fábrica de Iogurte Tantty foi interditada porque continuou fabricando  produtos com selos falsificados. O responsável pelo estabelecimento foi conduzido para a delegacia regional de Palmeira dos Índios, onde foi realizado o flagrante pelos crimes de desobediência e de falsificação de selo oficial.

Já o laticínio de Cacinbinhas foi flagrado construindo uma fábrica de laticínios no meio da Caatinga. O Instituto do Meio Ambiente (IMA) autuou o laticínio Santa Isabel por funcionar sem licença ambiental e por fazer uso de lenha sem comprovação de origem.

.