Um homem identificado como Gildean Costa Everton, de 36 anos, morreu após se jogar de cabeça no Rio Pindaré, em Santa Inês, a 250 km de São Luís. O homem que trabalhava como torneiro mecânico sofreu uma fratura no pescoço após se jogar na água. Ele foi levado para o hospital, foi atendido, mas acabou não resistindo à fratura, vindo a óbito na tarde deste domingo (17).

Um vídeo de celular mostra o que praticamente seriam os últimos minutos de vida de Gildean Costa. Segundo moradores, as crianças da comunidade costumam brincar no local, mas elas pulam de pé.

No vídeo, após o salto,o homem sobe paralisado. Um dos amigos dele se aproxima sem perceber a gravidade da situação, mas logo todos perceberam que o rapaz havia sofrido uma fratura no pescoço.

Gildean Costa havia ido para a Praia do Bambu, onde aconteceu o acidente, para uma despedida com os amigos, pois ele iria viajar para Santarém, no Pará.
Os homens que estavam com Gildean não quiseram gravar entrevista.

No povoado Bambu, onde aconteceu o acidente, mesmo sem conhecer a vítima, os moradores receberam a notícia da morte dele com tristeza. “Todo mundo sente.

A tragédia traz tristeza para todo mundo. A pessoa fica triste, mesmo sem conhecer”, lamentou o lavrador José Jerônimo Nunes.

Ele foi levado para o Hospital Municipal de Santa Inês e depois transferido para São Luís. Gildean Costa Everton deixa mulher e dois filhos.

O corpo do torneiro mecânico foi enterrado em São Luís, pois toda a família mora na capital. Somente ele e a mulher moravam em Santa Inês.

Gildean Costa, de 36 anos, deixa mulher e dois filhos (Foto: Reprodução/TV Mirante)
.