Leônidas foi preso na manhã desta segunda-feira, na Zona Leste de Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
A Polícia Civil prendeu o entregador de água Leônidas Alves da Silva Neto, de 18 anos, na manhã desta segunda-feira (25), na Zona Leste de Manaus. O jovem é suspeito de tentar atropelar e assassinar o autônomo Zaquiel da Silva Guerra, de 30 anos. Ambos foram colegas de trabalho, segundo a polícia.

Segundo o delegado titular do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Cícero Túlio, no último dia 15, Leônidas tentou atropelar com uma motocicleta a vítima, que estava em frente de casa na rua Igarapé Ipixuna, bairro Armando Mendes. Para a polícia, o suspeito tinha intenção de matar o autônomo.

A vítima conseguiu escapar. O autônomo relatou que o suspeito retornou ao local armado com um revólver calibre 32 e efetuado dois disparos.

Os tiros atingiram Zaquiel de raspão. A vítima era funcionário da distribuidora de bebidas do pai de Leônidas.

Os dois trabalhavam juntos.
“Há pouco mais de um ano a vítima trabalhava na distribuidora do pai do autor e por conta de uma discussão do final do ano passado por uma garota eles tinham desatado os laços de amizade.

A vítima tinha sido demitida no final do ano. No dia 15, Leônidas tentou atropelar a vítima.

Ele não conseguiu e efetuou dois disparos contra a vítima”, explicou o delegado.
De acordo com Zaquiel da Silva, Leônidas não teria gostado dele ter emitido opinião sobre o colega.

“Uma amiga nossa que trabalhava como atende de caixa na distribuidora perguntou minha opinião sobre o Leônidas, que estava interessado nela. Disse o que eu achava e ele não gostou.

Ela tinha namorado e ele estava dando em cima dela. Eu o vi nascer, andávamos juntos e ele não teve pena de tentar me matar.

A cadeia vai ensinar a ser homem ou não”, comentou a vítima sobre a motivação do crime.
Durante coletiva à imprensa, Leônidas Alves afirmou que estava estressado e se arrependeu do ato.

“Ele ficou falando mentira e atirei nele. Todo mundo erra, estou arrependido”, disse o jovem.

Leônidas foi preso pela equipe de investigação do 25º DIP na manhã desta segunda, por volta das 9h. O suspeito foi encontrado na rua Itacolomy, no bairro Armando Mendes.

A detenção foi em cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) no último dia 19. O entregador foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado e será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

.