O dia 11 de abril foi comemorado do Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson. Na manhã desta quarta-feira (13), em São Luís, a conscientização ocorreu no Hospital Universitário Presidente Dutra uma campanha para alertar a população sobre os cuidados com a doença.
Segundo o neurocirurgião funcional João Carlos Sousa Júnior, o Mal de Parkinson ainda causa muitas dúvidas nas pessoas.

“Muitas dúvidas com certeza. As maiores dúvidas são em relação ao diagnóstico da doença.

É importante que a população tenha um acesso a informação no sentido de identificar os sinais iniciais como um tremor que existe, uma dificuldade de movimento, um desequilíbrio ou então até mesmo a rigidez que pode surgir no decorrer da doença, inicialmente nesses casos”, explicou.
No Hospital Universitário, os alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) distribuíram panfletos informativos, conversaram com pacientes e o público em geral sobre as suas principais dúvidas sobre a doença.

Segundo a Organização Mundial de saúde (OMS), a cada grupo de 100 mil pessoas, algo em torno de 10 a 20 indivíduos desenvolvem a doença de Parkinson em todo o mundo. A doença se caracteriza principalmente pelos prejuízos na coordenação motora, pelos tremores, dificuldades pra caminhar, fazer tarefas simples do dia a dia, pra se movimentar de uma forma geral.

A doença não tem causa específica, mas acomete, especialmente, a população idosa.
.