Humberto Gessinger se apresentou em Porto Velho (Foto: Ísis Capistrano/ G1)
A noite de sábado (9), em Porto Velho, teve como atração o show do cantor Humberto Gessinger, que veio à capital para divulgar a turnê do álbum “Louco para ficar Legal”. Ele emocionou o público com sucessos da carreira solo, iniciada em 2013, e da banda onde foi vocalista, a Engenheiros do Havaii, fundada em 1985. Sucessos como “Infinita Highway”, “Pra ser sincero”, “Eu que não amo você” e “Bora” foram entoados a plenos pulmões por mais de 3 mil fãs na casa de shows Nautilus, segundo a produção do evento.

A expectativa para o show entre os fãs era grande já na fila de entrada. Confira a galeria de fotos.

O servidor público, Thei Ribeiro, por exemplo, disse que não perderia o show. Ele afirma que começou a gostar de Engenheiros com 10 anos de idade, depois de ouvir a música “O Papa é pop”.

Já chegou a perder dinheiro ao comprar ingresso para um show da banda que aconteceria na cidade e foi cancelado, e já esperou a banda no aeroporto em busca de autógrafos. “Sou muito fã.

Estou muito feliz por esse evento”, concluiu.  Thai e Carleilson são fãs de Engenheiros doHawaii e foram ao show (Foto: Ísis Capistrano/ G1)
“É música boa e de verdade em Porto Velho”, completou o amigo de Thai, Carleilson Lima, também servidor público.

Logo na entrada, havia um banner com a foto de Humberto, para que os fãs tirassem foto. A fisioterapeuta Andreia Trivério aproveitou a oportunidade para tirar “foto com a foto” do ídolo que ela ama desde os 16 anos.

“Gosto das músicas, me identifico com as letras e lembro da adolescência”, disse.
Já Mônica Vilarios estava apreensiva.

“Gosto muito de Engenheiros. Vamos ver o show do Humberto, né? É uma proposta nova”, disse a servidora pública, se referindo ao projeto solo do cantor.

Fisioterapeuta beija o ídolo em foto com o banner (Foto: Ísis Capistrano/ G1)
O show foi aberto pela banda local Miss Holliday, que subiu ao palco por volta de 23h. A entrada de Humberto estava prevista para 0h40 da madrugada, mas o cantor iniciou o show à 01h da madrugada.

O público vaiou o atraso e muitos reclamavam do calor, mas quando o cantor tocou os primeiros acordes da música “Toda forma de amor”, o público se entregou ao delírio.     
De acordo com o produtor do show, Denirson Correia, o atraso aconteceu após um contratempo de Gessinger no hotel e o calor foi resultado da falha de um dos ar-condicionados.

“Apesar dos contratempos, buscamos resolver as coisas de forma rápida para ficar mais agradável”, disse. Humberto Gessinger (Foto: Ísis Capistrano/ G1)
.