Prefeitura de Palmas prevê uma arrecadação de R$ 54 milhões referentes ao IPTU 2016(Foto: Antônio Gonçalves/Prefeitura de Palmas)
Cerca de 44% dos contribuintes não pagaram o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) no ano passado. O número é considerado alto mas historicamente já foi maior, segundo o superintendente da Administração Tributária, Glauber Santana. Para reduzir a inadimplência este ano, a prefeitura aposta em descontos de até 30%.

Em relação aos inadimplentes, o superintendente alertou que eles podem ser acionados judicialmente e ter o nome negativado. Mas aqueles que ainda pretendem quitar o valor, podem retirar o boleto no site da prefeitura.

Para diminuir o número de inadimplentes este ano, a prefeitura aposta em descontos. O contribuinte que optar pelo pagamento à vista, por exemplo, terá 30% de desconto.

O prazo vai até esta sexta-feira (15).
Glauber explica que 20% refere-se ao desconto pelo pagamento à vista.

Além disso, aqueles que estiverem em dia com o município, sem nenhum tributo atrasado, terão mais 10% de desconto no IPTU, à vista ou parcelado.
A expectativa da prefeitura é arrecadar R$ 54 milhões este ano.

Em 2016, o IPTU foi lançado para 110. 701 imóveis, sendo 63.

031 edificados e 47. 670 não edificados.

Como previsto na legislação atual, os 19. 200 menores valores de IPTU estarão isentos do imposto, desde que o imóvel seja edificado, exclusivamente residencial e se constitua na única propriedade do contribuinte em Palmas.

Além disso, o município oferece isenção através do IPTU Social. Podem pedir a isenção os aposentados, idosos acima de 65 anos e deficientes físicos incapacitados para o trabalho, possuidores de um único imóvel no município, edificado, exclusivamente residencial e cujo valor do IPTU, em 2016, não ultrapasse a R$ 438.

.