Prefeito de Itaúna recebe premiação durante congresso em Belo Horizonte (Foto: Mariana Valentim/Arquivo Pessoal)
O Município de Itaúna recebeu nesta quarta-feira (4) o Prêmio Mineiro de Boas Práticas da Gestão Municipal. A cidade foi a primeira colocada com a coleta seletiva e a gestão própria de resíduos. Outros quatro municípios estavam na disputa da categoria.

A cerimônia de premiação ocorreu durante o 33º Congresso Mineiro de Municípios, em Belo Horizonte.
A edição do prêmio deste ano contou com a participação de 58 municípios, que concorreram com projetos em três eixos temáticos – Gestão Ambiental, Gestão da Saúde e Gestão Social.

Os 15 finalistas foram selecionados com base em cinco critérios de avaliação entre eles, o da abrangência do projeto, número de pessoas beneficiadas e a identificação dos recursos financeiros, humanos, físicos e administrativos aplicáveis ao desenvolvimento da prática.
“Esta premiação é de toda a população de Itaúna, que serve de exemplo para várias cidades brasileiras.

Quando o cidadão separa o lixo em casa em secos e molhados, além de contribuir de forma significativa para a preservação do meio ambiente, ele também coloca Itaúna em destaque no mundo. Estamos muito felizes pelo reconhecimento do nosso trabalho de gestão em parceria com os moradores e com a Coopert.

Sabemos que podemos melhorar, mas esta premiação nos indica que estamos no caminho certo”, disse prefeito Osmando Pereira ao receber o troféu. Reciclagem Itaúna tem 91.

453 habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e gera 1,9 mil toneladas de lixo por mês, segundo dados do Município. O índice de reaproveitamento mensal é de 23%, o que representa 400 toneladas de material reciclável sendo reutilizado na indústria.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, na maioria dos municípios brasileiros, este índice está em torno de 1%.
.