Protestos em Curitiba foram os maiores registrados no Paraná (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)
Vários grupos de manifestantes fizeram atos em pelo menos 10 cidades do Paraná, neste domingo (17). Os grupos faziam atos contra e a favor da aprovação do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). O processo está em votação na Câmara dos Deputados.

Se aprovado, dará ao Senado a autorização para processar a presidente por crimes de responsabilidade.
Os atos a favor do processo de impeachment ocorrem em Curitiba, Pato Branco, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Londrina, Paranavaí, Cianorte, Maringá, Guarapuava, União da Vitória, Ponta Grossa, Irati e Cascavel.

Já os protestos contra o prosseguimento do impeachment foram registrados em Curitiba, Santa Terezinha de Itaipu, Cascavel, União da Vitória e Guarapuava.
Os maiores atos, até as 17h, aconteciam em Curitiba.

Três grupos se reuniram nas praças Rui Barbosa e Santos Andrade e também em frente à sede da Justiça Federal do Paraná. O protesto da Rui Barbosa era de pessoas que defendiam a suspensão do processo contra a presidente.

Os outros dois queriam o impeachment de Dilma.
Segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT), 5 mil pessoas participavam do ato favorável ao governo.

Já a Polícia Militar afirmava que eram 1,7 mil pessoas, até a última atualização desta reportagem.
Os organizadores do protesto na Praça Santos Andrade dizem que 15 mil pessoas pediam a saída da presidente Dilma Rousseff.

Na Justiça Federal, os organizadores dizem que havia de 1,5 mil a 2 mil pessoas. A PM afirma que eram 4 mil pessoas.

Interior do estadoCerca de 2 mil pessoas, segundo PM e organizadores, acompanham a votação sobre o impeachment em frente ao Fórum e à avenida São Paulo, em Maringá. Não há registro de manifestação a favor do governo.

Em Londrina, os organizadores afirmam que 1. 500 pessoas se manifestam a favor do impeachment no anfiteatro do parque Zerão.

A PM não tem estimativa. A favor do governo, também não existe registro de manifestações.

Cerca de 50 pessoas estão na Praça do Mitre, em Foz do Iguaçu, em protesto contra o governo e a favor do impeachment. Dois ônibus com estudantes da cidade e três ônibus com integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) estão acampados na Fazenda Santa Maria, em Santa Terezinha de Itaipu.

Ato pela maconhaEm Curitiba, houve outra manifestação que pedia a legalização da maconha no Brasil. O grupo se reuniu na Boca Maldita e seguiu em caminhada pelas ruas do Centro da capital, em direção à Praça 19 de Dezembro, onde o ato deve ser encerrado.

Segundo os manifestantes, 500 pessoas participaram do ato. A PM confirma o mesmo número.

Ato na Praça Santos Andrade pedia a saída de Dilma da Presidência (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)
.