Os moradores do Bairro Bom Pastor, em Divinópolis, protestaram na noite de terça-feira (10) contra a falta de iluminação pública no local. Um exemplo do problema é um trecho da Rua Ibirité, uma das mais movimentadas. Por causa do transtorno, alguns moradores do bairro instalaram por conta própria, luzes e refletores.

Também por causa das ruas mal iluminadas, os buracos abertos nas calçadas acabam virando armadilhas para os pedestres e dificultando a passagem. De acordo com o representante comercial e presidente da Associação de Moradores, Ivanei Antônio dos Santos, todo mês é cobrada uma taxa de iluminação pública de mais de R$ 20 que há três anos ele tenta resolver o problema.

Ele ainda disse que a falta de luz tem atraído assaltantes fazendo com que os moradores se sintam inseguros.
“O pessoal passa aqui durante a noite e não enxerga nada, por isso eu tive que colocar um sensor e o vizinho também está vendo essa possibilidade de comprar.

Já ocorreram vários assaltos. Além disso, já ligamos para um número da empresa que é responsável e não atende.

Na Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) eles falaram que o serviço é terceirizado e na Prefeitura eles atendem, mas fazem o serviço mais ou menos e não resolvem”, afirmou.  
Por meio de nota, a Prefeitura disse que vai solicitar uma vistoria no local para a possibilidade da poda e da troca da potência na rede elétrica.

Uma reunião com a Cemig também será marcada para a possibilidade de intervenção.
A passeata terminou na Praça do Bairro.

.