MST interdita BR-163 em Mundo Novo (Foto: MST\ Divulgação)
O Movimento dos Trabalhadores Rurais de Mato Grosso do Sul (MST-MS) fecha, na manhã desta sexta-feira (15), trechos das principais rodovias federais que cortam o estado em ato contra o impeachment da presidente da República, Dilma Roussef (PT). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o MST bloqueou o trânsito nos seguintes pontos: km 403 da BR-262, em Terenos e km 29 da BR-163, em Mundo Novo. A polícia informou ainda que houve aglomeração de trabalhadores rurais no km 411 da BR-163, em Anhanduí, e no km 136, da BR-267, em Nova Andradina.

O MST confirma interdições em Terenos, Mundo Novo e também em Nova Andradina. Afirma ainda que os bloqueios são, além de demonstrar o posicionamento do grupo diante da situação política do país, em protesto a mortes de trabalhadores rurais no Paraná, no último 7 de abril, ao massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, em 1996 e contra a demora na reforma agrária.

De acordo com a PRF, em Terenos há cerca de 50 manifestantes e, em Mundo Novo, 100. Eles estão com faixas, cartazes e colocaram pedaços de paus na pista.

A PRF informa ainda que há congestionamentos nas vias. MST levou faixas, cartazes, galhos e pedaços de pau para rodovia (Foto: MST\ Divulgação)
.