Muro caiu inteiro sobre a casa no bairro Estrela do Sul, em Campo Grande (Foto: Edmar Melo/TV Morena)
Uma residência no bairro Estrela do Sul, em Campo Grande, teve a garagem destruída após a queda de um muro com a chuva entre a noite de terça-feira (10) e madrugada desta quarta-feira (11). Operários de uma construtora passaram parte da manhã recolhendo os destroços.
O muro ficava perto da rua Macunaíma e caiu inteiro, mas não havia ninguém na casa.

EstragosOutros pontos da capital sul-mato-grossense também sofreram estragos. A chuva transbordou o córrego Segredo e alagou a avenida Ernesto Geisel, na região do cuzamento com a rua Plutão.

No mesmo local, o motorista de um ônibus não arriscou e resolveu parar. Outro motociclista tentou atravessar, mas ficou no meio do caminho.

O condutor de outro carro não quis encarar a água e deu meia volta na avenida.
Imagens gravadas por morador de um prédio na avenida Ernesto Geisel com Rachid Neder mostram um carro ilhado e duas pessoas saindo do veículo.

Uma terceira pessoa esperou ajuda e conseguiu sair com segurança, apesar do alagamento. O nível do córrego baixou cerca de meia hora depois.

Galhos, barro e pedras ficaram no asfalto. Na avenida Rádio Maia, na Vila Popular, o córrego Imbirussu transbordou e alagou casas.

Dona Selma Ferreira dos Santos estava dormindo quando a água começou a entrar. Outro casal passou a madugada tirando água de dentro de casa.

ChuvaSegundo o meteorologista Natálio Abrahão, entre a terça-feira (10) e a madrugada de quarta-feira (11) choveu 85,2 milímetros em Campo Grande, quando atingiu a média história de Mato Grosso do Sul para o mês, que e de 90,2 mm.
Em Campo Grande, a região do Prosa registrou 99,8 mm, a do shopping Norte Sul foi 99,8, nas Moreninhas 105,5 mm, no Cabreúva 105,8 mm, no Santo Antônio choveu 97,1 mm e no Carandá foi registrado nível de 96,5 mm de chuva.

No aeroporto, o acumulado foi de 148,2 mm. Ainda conforme o meteorologista, a última vez que ocorreu valores acima de 90 mm em um dia, em maio, na capital, foi em 1999.

.